Homenagem a João Pernambuco
no 60° aniversário de falecimento
por Angelo Zaniol
ÁLBUM DE FOTOGRAFIAS de JOÃO PERNAMBUCO – 1914/1917

   
De esquerda para a direita: João Pernambuco de chapeu branco, o cantor Patrício Teixeira de terno branco, Pixinguinha
com a flauta e Caninha com o cavaquinho, durante a Festa da Penha. Essa foto remontaria a 1912, mas é provável que a
data seja posterior porque Pixinguinha, nascido em 1897, não parece ter aqui só 15 anos [Internet].

    
“Grupo do Caxangá” em 1914. Da esquerda para a direita, com chapéu de pala, a frente: Jacob Palmiéri e Vidraça;
atrás: China, João Pernambuco, Raul Palmiéri, Caninha, Pixinguinha e Nola [Almirante, No Tempo de Noel Rosa].


João Pernambuco com um grupo de Chorões não identificados. Rio de Janeiro, 1914 [AdP].

   
Da esquerda para a direita, de pé: Otávio Lessa e João Pernambuco; sentados: Luiz Pinto da Silva e
José Alves de Lima. Apresentação de encerramento da conferência Lendas e Tradições Brasileiras;
São Paulo, 1915 [AdP].

            
Carteira de identidade emitida em 16 de Outubro de 1916. Surpreende o fato de este papel oficial conter duas inexatidões notáveis
a respeito do ano de nascimento (1883 e não 1882) e da estatura de Pernambuco (cerca de 1,84 e não 1,74) [VMR].
A resposta afirmativa ao item 'instrução' nos oferece uma das provas que ele não era iletrado.
Clicar na primeira imagem para ver o documento original ampliado.

   
João Pernambuco com Agustín Barrios, sentado, e Quincas Laranjeiras, à direita,
na loja O Cavaquinho de Ouro no Rio de Janeiro [AdP].
Segundo os autores do livro João Pernambuco - Arte de um Povo a foto remontaria
mais ou menos a 1929, mas essa data parece inaceitável, já que Barrios tinha naquela
época um aspecto bastante diverso, bem como Pernambuco.
A foto remontaria portanto à época da primeira estada de
Barrios no Brasil, isto é aos anos 1916-1917.

      
Agustín Barrios respetivamente em 1912, cerca de 1916, 1928 e 1932 [Internet].


Outra foto tirada na loja O Cavaquinho de Ouro no mesmo período [DJP].

É preciso notar que João Pernambuco, a partir de mais ou menos 1917, removeu o bigode.


Primeira formação do “Grupo Caxangá”. Da esquerda para a direita, sentados: João Pernambuco (Guajurema), empunhando
uma viola caipira, Raul Palmieri (secretário) e Caninha (Mané Riachão). Os demais não foram identificados [AdP].
Mesmo aqui a data, 1912, proposta pelos autores do livro João Pernambuco - Arte de um Povo  não é verossímil.
No período 1909-1917 Pernambuco aparece nas fotos sempre com o bigode e além disto Caninha, nascido como
Pernambuco em 1883, parece ter aqui mais de 29 anos. A foto poderia portanto remontar aos anos 1917-1918.
Essa suposição é confirmada pelo trecho seguinte da História do Bando da Lua que encontra-se na Internet
http://www.collectors.com.br/ ]: «Ao que parece e até prova em contrario tudo começou com o
“Grupo do Caxangá” por volta de 1917 e que era um misto de Conjunto Regional com Conjunto Vocal.
Cantavam Caninha (Mané Riachão), João Pernambuco (Guajurema)  e Monteiro Lopes (Mané Gosado)».


Integrantes de um clube carnavalesco. Da esquerda para a direita, sentados: Ratinho, João Pernambuco;
o quarto é Jararaca. Os demais não foram identificados [AdP].
Esta foto poderia remontar a mais ou menos 1917, posto que Ratinho e Jararaca,
ambos nascidos em 1896, parecem ter aqui cerca de vinte anos.

Menu